5 hábitos para manter a saúde do idoso em dia

5 hábitos para manter a saúde do idoso em dia

Envelhecer de forma saudável deveria ser a meta de todo mundo. Afinal, com um bom estilo de vida, é possível prevenir uma série de doenças e ainda ter mais disposição para encarar a rotina. É bom lembrar, inclusive, que a alimentação pode influenciar muito nesse quesito – ou seja, ter um bom nutricionista e seguir as recomendações médicas é essencial! Para ajudar nesse assunto, confira 5 hábitos importantes para manter a saúde do idoso em dia.

  1. Tenha uma alimentação rica em frutas, verduras, proteínas, leites e derivados
    Antes de mais nada, o mais importante é garantir que a dieta do idoso esteja completa e equilibrada nutricionalmente. É importante, por exemplo, incluir frutas, verduras, legumes, leguminosas, leites e derivados (fontes de cálcio) e também proteínas, que ajudam a manter os ossos e a musculatura fortalecidos. Uma boa dica, inclusive, é recorrer a preparos mais simples e fáceis de consumir para incentivar o apetite – como sopas, caldos, frutas amassadas e até mesmo vitaminas. Existem diversas receitas simples que são saborosas, bem nutritivas e ótimas para incluir no cardápio do idoso.

Vale destacar, ainda, que é necessário fazer exames com frequência e se consultar regularmente com um médico e um nutricionista para elaborar um plano alimentar adequado. Mantendo um bom acompanhamento, é possível evitar possíveis deficiências de vitaminas, minerais, fibras e outros nutrientes importantes.

  1. Separe um tempo para ler e escutar música
    Trabalhar o raciocínio, a criatividade e cuidar da saúde mental também é algo muito importante. Por isso, a nossa dica é sempre destinar um tempo do dia para ler, escrever, escutar música, desenhar, fazer pinturas (ou seguir algum outro tipo de hobby). Ter esse tipo de atividade na rotina é tão importante quanto cuidar da alimentação, pode apostar!
  2. Mantenha o corpo sempre hidratado
    Beber bastante água todos os dias é uma regra que serve para pessoas de todas as idades. Mas, no caso do idoso, o cuidado deve ser redobrado! Isso porque os riscos de desidratação – e outros problemas decorrentes disso – podem ser maiores e mais graves. Por isso, o ideal é criar o hábito de ter uma garrafa cheia de água sempre perto para não se esquecer de tomar, ok?
  3. Pratique yoga, pilates, hidroginástica ou outro exercício regularmente
    Cuidar da saúde do corpo é fundamental para prevenir problemas como artrose, tendinite, osteopenia ou osteoporose a longo prazo. Por isso, é muito importante que a pessoa tenha o hábito de se exercitar desde jovem e mantenha a rotina à medida que envelhece – mas sempre com acompanhamento profissional! Uma boa dica é buscar exercícios mais tranquilos, mas que ajudam a melhorar o condicionamento físico, como hidroginástica, pilates, yoga e até Tai chi chuan (uma arte marcial chinesa mais lenta). Outra dica importante é criar o hábito de se alongar todos os dias, principalmente depois de acordar.
  4. Tenha uma rotina de sono equilibrada
    Ter o hábito de dormir cedo e descansar por pelo menos 8 horas também é muito importante para o funcionamento dos hormônios e do metabolismo. No entanto, é importante que o idoso não crie o hábito de dormir demais durante o dia (tirar sonecas muito longas, por exemplo), pois isso pode aumentar os riscos de algumas doenças e prejudicar a capacidade de raciocínio e memória a longo prazo. Lembre-se de sempre buscar um bom equilíbrio para o sono, que não tem erro!

Fonte: Casa Prática Qualitá